Compostagem – Solução para o seu lixo orgânico

Em média o brasileiro joga fora em torno de 1,2kg de lixo por dia.

Abaixo apresentamos a composição deste lixo em percentuais:

57% – Sobras de alimentos

17% -Plástico

13% – Papel

2,5% Vidro

2% – Metal

0,5% – Inertes

8% – Outros

Ou seja, se conseguirmos arranjar uma solução para as sobras de alimentos (lixo orgânico), é possível reduzir quase 60% do nosso lixo.

Pois a solução é bem mais simples do que você imagina! —-Compostagem——composto-pronto-para-ser-usado

“A vermicompostagem, feita a partir de uma composteira doméstica, resolve o problema dos resíduos, proporciona húmus (um adubo natural de alta qualidade), não faz sujeira (desde que você saiba como proceder) e evita que você seja responsável por liberar mais metano na atmosfera, influenciando no desequilíbrio do efeito estufa, algo que a maioria da comunidade científica aponta como causa das mudanças climáticas em curso.” (Fonte: Ecycle)

Minhocário-demonstração-SEPEX1

Você já pensou em criar minhocas? Já pensou em ter minhocas de estimação? A pouco tempo eu também não! Minhas experiências com essas criaturas resumiam-se a episódios monótonos de pescarias em minha infância……………….. Mas isso mudou! Hoje minhas minhocas amigas cuidam de todo meu lixo orgânico sorrindo!

worm-hi

“Para construir uma composteira é necessário ter três caixas plásticas empilhadas, com furos feitos ao fundo. A caixa debaixo deve ser equipada como uma torneirinha, pois por ela será eliminado todo o chorume produzido pela decomposição dos alimentos. A caixa do meio será o depósito dos resíduos orgânicos, que devem ser armazenados juntamente com material seco, uma das opções é a utilização de serragem. Deve sempre ser colocada uma parte de material seco, para cada duas de lixo orgânico. Por fim, o nível superior deve ser usado somente quando o segundo estiver cheio.

Para auxiliar no processo, triture os alimentos antes de despejá-los na composteira e use minhocas na caixa do meio, juntamente com a serragem ou terra.  Elas tornarão o trabalho mais rápido e também servirão como indicativo de que o adubo está pronto. Isso acontece quando as minhocas migram para a caixa superior, através dos pequenos buracos.(…)

O material resultante deste processo de compostagem é um adubo, rico em nutrientes, que pode ser aplicado ao solo para fortalecer as plantas. O chorume, por sua vez, pode ser misturado à água e ser usado como biofertilizante.” (Fonte: Agroceanica)

Ter uma composteira em casa não dói, não fede e não custa nenhum absurdo. Você pode fazer a sua composteira  ou comprar uma pronta! Eu primeiro tentei fazer uma, utilizando baldes reciclados, porém fiz furos enormes para o respiro das minhocas, e pequei por deixar a composteira num local muito quente. Resultado = a fuga das minhocas. Não sobrou 1 pra contar a história!

Além do problema dos furos, achei que aquela composteira ia ser pequena pra mim. Entao resolvi comprar a minha na Paz em Gaia, recebi super rápido ( e não estou ganhando nada pra fazer este elogio). Existem outras lojas que vocês podem encontrar diversos modelos de composteira, inclusive tem várias à venda no Mercado Livre. Ao final do post deixo uns links pra vocês.

Dicas:

  • Evite o excesso de água e sol na sol sua composteira, a temperatura ideal é entre 15-25ºC à sombra.
  • Sempre cubra os alimentos colocados na composteira com serragem (sem residuos de tinta e vernizes) ou folhas secas, para evitar atração de insetos.
  • Não coloque carnes, laticínios e cascas de frutas cítricas em sua composteira, pois além de desestabilizar o sistema, causa também mau-cheiro.

Este vídeo do Cadico Minhocas pode te ajudar a construir a sua propria composteira:

A minha composteira já está na ativa! Agora precisamos resolver os outros 40% do meu lixo!

WP_20150131_006

Em breve retorno com mais soluções!

Aguardo seus comentários!

Até mais!

______________________________________________________

Fontes:

http://agrooceanica.com.br/casagarden/?p=458

http://www.recicla.ccb.ufsc.br/1503-2/

Composição gravimétrica divulgada pela ABRELPE (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais)

Sites recomendados:

http://www.compostasaopaulo.eco.br/

http://cadicominhocas.blogspot.com.br/

http://www.pazemgaia.com.br/

http://www.ecycle.eco.br/

Anúncios

O que é lixo?

Na natureza,” nada se cria, tudo se transforma”. Já dizia, Lavoisier, a mais de 200 anos atrás. Pois bem, tudo realmente se transforma, mas algumas matérias demoooooooram centenas de anos para se transformarem quando simplesmente devolvidas a natureza. E quando se transformam, tornam-se compostos prejudiciais ao solo e água, além de atraírem animais transmissores de doença. Pouca gente realmente se importa com o destino do seu lixo, depois de colocado no cestinho lá do portão para que nosso amigo lixeiro o leve sabe lá para onde.

Você já se perguntou :

“Para onde vai o meu lixo?”

Para responder essa pergunta, antes devemos chegar a um consenso do que é considerado lixo. Para a filosofia ZeroWaste (Lixo Zero), o resíduo que não é compostado ou reciclado, é lixo. Ou seja, todo resíduo que você não envia pra coleta seletiva, nem reutiliza em sua casa, nem faz compostagem, se torna lixo a partir do momento que o lixeiro comum o recolhe. E pra onde o lixeiro leva o seu lixo? Depende da estrutura da sua cidade, mas basicamente podemos ter 3 destinos para o seu lixo:

-Lixões

lixao lixao_juazeirodonorte_elizangelasantos_25_07_2011

Lixão é uma área de disposição final de resíduos sólidos sem nenhuma preparação anterior do solo. Institucionalizados ou clandestinos, esses locais recebem volumes diários de lixo que são amontoados um por cima do outro. Este é o destino menos indicado quando o assunto é o descarte do lixo. Por não ter nenhum tipo de proteção, esses locais se tornam vulneráveis à poluição causada pela decomposição do lixo, tanto no solo, quanto nos lençóis freáticos e no ar.O material despejado entra em processo de decomposição, produzindo o chorume e o gás metano. O chorume escorre com o auxílio da chuva e penetra na terra, chegando aos lençóis freáticos localizados abaixo do lixão e contaminando a água. Já o biogás resultante da decomposição do lixo e formado por gases como metano, gás carbônico (CO2) e vapor d’água, é liberado diretamente para a atmosfera – sem antes passar por nenhum tipo de tratamento. Além dos impactos ambientais, o acumulo de lixo atrai animais transmissores de doenças, como moscas e ratos. O local ainda é tido como fonte de renda para a população carente, que recolhe o material reciclável e, em alguns casos, chega a se alimentar dos restos encontrados no lixo.

-Aterro Controlado

Os aterros controlados são locais intermediários entre o lixão e o aterro sanitário. Trata-se geralmente de antigos lixões que foram remediados e passaram a reduzir os impactos ambientais e a gerenciar o recebimento de novos resíduos. Esses locais recebem cobertura de argila e grama e fazem a captação dos gases e do chorume. O biogás é capturado e queimado e parte do chorume é recolhida para a superfície. Os aterros controlados são cobertos com terra ou saibro diariamente, fazendo com que o lixo não fique exposto e não atraia animais.

-Aterro Sanitário

003lixc3a3o-2

Os aterros sanitários são espaços preparados para a deposição final de resíduos sólidos gerados pela atividade humana. Esses locais são planejados para captar e tratar os gases e líquidos resultantes do processo de decomposição, protegendo o solo, os lençóis freáticos e o ar. As células são impermeabilizadas com mantas de PVC e o chorume é drenado e depositado em um poço, para tratamento futuro. O biogás é drenado e pode ser queimado em flaires ou aproveitado para eletricidade. Por ser coberto por terra diariamente não há proliferação de pragas urbanas.

Agora que eu já te passei uma noção de quanto lixo você produz , pra onde vai o seu lixo, e qual a consequência disso para o meio ambiente, eu te convido a aderir a um novo estilo de vida, o ZeroWaste. Um estilo de vida onde você só tem 2 destinos para os seus resíduos sólidos: reciclar ou compostar.

Posso contar contigo?

Aguardo os seus comentários,

Até mais!

__________________________

Fontes: -http://www.rc.unesp.br/igce/aplicada/ead/residuos/res13.html -http://www.rumosustentavel.com.br/ecod-basico-lixao-aterro-controlado-e-aterro-sanitario/ -http://www.fenatema.org.br/noticia/prazo-para-os-lixoes-chega-ao-fim-mas-os-lixoes-nao-/5127 -http://blogs.diariodonordeste.com.br/gestaoambiental/tag/lixoes/ -https://jornaloexpresso.wordpress.com/2013/09/28/instalacao-de-aterros-sanitarios-no-oeste-e-corrida-contra-o-tempo/